Acessar o site em Inglês Acessar o site em Português
  • ANPO

  • TV ANPO

  • CTR/ANPO
  • IG DO GRANITO
  • BIBLIOTECA

  • EMPRESAS

  • COLABORADORES


Atividade de construção de casas nos EUA tem queda recorde em outubro

Publicado em 11/08/2011

A atividade de construção de imóveis residenciais nos Estados Unidos bateu recorde de baixa no mês de outubro, com um recuo de 4,5%, segundo dados divulgados pelo Departamento do Comércio nesta quarta-feira. O governo mantém registro da atividade de construção de imóveis residenciais desde 1959.

Segundo o departamento, a atividade de construção de residências no país ficou em uma taxa anualizada de 791 mil unidades, contra 828 mil unidades em setembro (dado revisado).

O menor índice até agora era o de janeiro de 1991. A expectativa dos analistas era de uma taxa de 780 mil unidades. Outubro foi, assim, o quarto mês consecutivo de queda.

A construtora americana Toll Brothers --maior no país no segmento de imóveis residenciais de alto padrão-- anunciou na semana passada uma queda de 41% nas receitas no quarto trimestre.

\"Infelizmente os sinais preliminares de estabilidade sobre os quais havíamos discutido no início de setembro foram afetados pela crise financeira\", disse o executivo-chefe da empresa, Robert Toll, em um comunicado. Ele destacou que a crise derrubou a confiança dos consumidores, o que atingiu a demanda por imóveis.

No mês passado, a NAR (Associação Nacional de Corretores de Imóveis, na sigla em inglês) informou que as vendas de casas usadas nos EUA tiveram um crescimento de 5,5% em setembro, em relação a agosto, maior avanço desde julho de 2003. Apesar do aumento nas vendas, os preços dos imóveis tiveram queda: o preço médio dos imóveis residenciais no pais caiu para US$ 191.600, uma queda de 9% em relação ao observado um ano antes.

As vendas de casas novas em setembro também tiveram ganho, de 2,7%. Os preços dos imóveis, porém, caíram ao menor nível em quatro anos. Segundo o departamento, a taxa anual ficou em 464 mil unidades, ante 452 mil revista para agosto (queda de 12,6%).

O preço médio das casas novas caiu 9,1%, para US$ 218.400, o menor patamar desde setembro de 2004, época em que os preços estavam subindo rapidamente. Apesar do crescimento inesperado nas vendas, o nível de comércio de casas novas em setembro ainda está 33,1% abaixo do mesmo mês no ano passado, por conta da pior crise que os EUA enfrentam nas últimas décadas.

Atividade de construção de casas nos EUA tem queda recorde em outubro

Compartilhe:

 

 

Visitas: 353



Entre em contato

Site seguro

https://anpo.com.br/ https://anpo.com.br/