Acessar o site em Inglês Acessar o site em Português
  • ANPO

  • TV ANPO

  • CTR/ANPO
  • IG DO GRANITO
  • BIBLIOTECA

  • EMPRESAS


MUNICÍPIO DE BARRA DE SÃO FRANCISCO PODE SER DENOMINADO POR LEI, A CAPITAL NACIONAL DO GRANITO

Publicado em 12/03/2021

No município de Barra de São Francisco, localizado na região Noroeste do estado do Espírito Santo, são encontradas as maiores jazidas de granito do País, com previsão de exploração ao longo dos próximos  500 anos.
  A exploração teve  inicio das suas atividades em Barra de São Francisco  a partir dos anos 80, quando foram exportados os primeiros blocos de coloração amarela. Empresários da região ingressaram no segmento em 1987, incrementando a produção onde consequentemente foi reconhecido nacionalmente como grande explorador de granito. 
  Diante da constatação do potencial do município, o  prefeito Enivaldo dos Anjos durante reunião realizada com as principais lideranças da região noroeste, com a participação da Associação Anpo representante oficial dos Produtores de Rochas Ornamentais da Região Noroeste do Espirito Santo, apresentaram um manifesto com diversas reivindicações para o para o desenvolvimento econômico da atividade na região. 
   Entre as principiais reivindicações que Barra de São Francisco seja denominada, por lei, a Capital Nacional do Granito. Para isso, foi apresentado um programação de  uma série de medidas de incentivo para que o granito produzido na região seja reconhecido pelo seu grande valor econômico que hoje representa aproximadamente 10% do PIB do estado. “Isso agrega valor à mercadoria, gerando emprego e renda para a população, além de receita para os municípios onde são instaladas essas indústrias. Vamos também aperfeiçoar a fiscalização para garantir que todo granito que sair do município saia com nota fiscal emitida aqui”, disse o prefeito. “O Brasil é o 4º maior produtor mundial de rochas ornamentais, com aproximadamente 9 milhões de toneladas anuais, o que corresponde a 7% da produção mundial. Se o Espírito Santo produz mais de 80% das rochas brasileiras, é correto dizer que produz quase 6% das rochas mundiais. Nesse cenário, desponta Barra de São Francisco, com quase 50% da produção estadual. Logo, Barra de São Francisco produz cerca de 3% das rochas mundiais. Por isso, é justo proclamar Barra de São Francisco como Capital Nacional do Granito”.Disse Enivaldo
   Segundo o Presidente Executivo da Anpo Mario Imbroisi Barra de São Francisco é capital do granito, tendo como umas  das principais fontes de renda provenientes do setor de rochas, onde as empresas também representam um numero significativo de empregabilidade na cidade. ‘’A iniciativa do poder púbico municipal em apoiar e desenvolver projetos voltados para o fortalecimento econômico do setor, demonstra que a nova administração esta no caminho correto para o desenvolvimento não só de Barra de São Francisco como também de toda nossa região. Concluiu Mario   
     .A deputada Federal Soraya Manato prometeu se empenhar no Congresso para que Barra de São Francisco seja denominada, por lei, a Capital Nacional do Granito.

MUNICÍPIO DE BARRA DE SÃO FRANCISCO PODE SER DENOMINADO POR LEI, A CAPITAL NACIONAL DO GRANITO

Compartilhe:

 

 

Visitas: 307

Fonte: MUNICÍPIO DE BARRA DE SÃO FRANCISCO PODE SER DENOMINADO POR LEI, A CAPITAL NACIONAL DO GRANITO

Entre em contato

Site seguro

https://anpo.com.br/ https://anpo.com.br/