Acessar o site em Inglês Acessar o site em Português
  • ANPO

  • TV ANPO

  • CTR/ANPO
  • IG DO GRANITO
  • BIBLIOTECA

  • EMPRESAS

  • COLABORADORES


EXPORTAÇÕES DE ROCHAS CRESCEM QUASE 10,29% NO 1º SEMESTRE DO ANO E PROMOVEM SUPERÁVIT NA BALANÇA COMERCIAL DO SETOR.

Publicado em 25/07/2022

    


No primeiro semestre de 2022, o setor de rochas ornamentais faturou UU$ 634 milhões, aumento de 10,29% nas exportações em relação ao mesmo período do ano passado.

De janeiro a junho deste ano, o arranjo produtivo de rochas importou UU$ 12,68 milhões promovendo um superávit de UU$ 622 milhões na balança comercial do segmento. As informações foram divulgadas esta semana pelo Centro Brasileiro dos Exportadores de Rochas Ornamentais (Centrorochas).
 Materiais brasileiros
Para o Centrorochas, outro ponto importante apresentado no primeiro semestre deste ano foi a evolução do preço médio dos materiais brasileiros, que registraram aumento de 15,04% em relação ao mesmo período em 2021.

O arranjo produtivo de rochas, como vários outros setores, vem sofrendo com reajustes constantes nos fretes marítimos devido aos problemas logísticos em decorrência da pandemia, e a desvalorização do dólar; apesar disso, o setor tem conseguido se adaptar de forma rápida a esses cenários, segundo a entidade.

Mercado consumidor
Os Estados Unidos permanecem como principal destino para os produtos brasileiros representando aproximadamente 57% de toda exportação nacional. Em uma análise mais minuciosa, excluindo os materiais brutos, os americanos se tornam ainda mais importantes representando quase 74% do total de materiais acabados exportados.


O presidente do Centrorochas, Tales Machado, destacou as consequências da guerra entre Rússia e Ucrânia. Foto: Divulgação
Seguindo mesmo raciocínio, o mercado mexicano vem na sequência, com 5% de participação, e o Reino Unido em seguida, com cerca de 3%.

Observando o comportamento dos materiais brutos exportados pelo Espírito Santo, a China segue sólida como o maior importador, consumindo aproximadamente 60% dos blocos de rochas comercializados pelo Brasil. Em seguida vem a Itália, com 29%.

Recorde em 2021
Em 2021, as exportações brasileiras no setor superaram os níveis de faturamento registrados em toda a história do segmento. O país faturou 1,34 bilhões de dólares. O Espírito Santo (83,3%) foi o maior exportador, acumulando um total de US$ 1,14 bilhões.

O ano passado, foi o primeiro da parceria firmada entre o Centrorochas e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) para execução do It’s Natural – Brazilian Natural Stone – projeto de incentivo às exportações do segmento, que atualmente apoia 148 empresas.




FONTE-https://esbrasil.com.br/exportacoes-de-rochas-crescem-1029-no-1o-semestre/ 

EXPORTAÇÕES DE ROCHAS CRESCEM QUASE 10,29% NO 1º SEMESTRE DO ANO E PROMOVEM SUPERÁVIT NA BALANÇA COMERCIAL DO SETOR.

Compartilhe:

 

 

Visitas: 50



Entre em contato

Site seguro

https://anpo.com.br/ https://anpo.com.br/